Pular para conteúdo
23.AGO.19 NOTÍCIAS

Ambulatório da Santa Casa atendeu mais de 55 mil pacientes no primeiro semestre

Mais de 55 mil pessoas foram atendidas, no primeiro semestre deste ano, nos ambulatórios da Fundação Santa Casa do Pará, em Belém. O número é cerca de 4% maior do que o mesmo período de 2018 e corresponde aos serviços prestados nos setores da Mulher, Cirúrgico, Clínico, Pediatria, Fissurados, Prematuro e no Centro de Referência em Imunobiológicos Especiais (Crie).

Segundo a gerente do Complexo Ambulatorial, Elinete Braga Valente, o setor atende pacientes de todas as regiões do Pará, sobretudo porque o hospital dispõe de especialidades pouco encontradas na rede pública. “A procura mostra também a credibilidade do serviço realizado pelos cerca de 200 profissionais envolvidos”, enfatiza Elinete.

Referência materno-infantil no Estado, o atendimento ambulatorial da Santa Casa possui três carros chefes: o Ambulatório da Mulher, Prematuros e o de Pediatria. O primeiro faz o acompanhamento da gravidez de alto risco, inclusive realizando pequenas cirurgias ginecológicas. As grávidas são acompanhadas também por uma equipe multiprofissional que prepara essa paciente, principalmente, diante do risco do bebê nascer antes do tempo previsto ou de ter alguma complicação. O bebê prematuro que nasce na unidade de saúde passa por todas as etapas dentro da neonatologia e, quando recebe alta, já sai encaminhado para os primeiros acompanhamentos no Ambulatório de Pediatria.

O atendimento no Complexo Ambulatorial da Fundação Santa Casa vem crescendo significativamente nos últimos anos, oferecendo diversos procedimentos com consultas em especialidades, como pré-natal de alto risco, hepatologia clínica, reumatologia, endocrinologia infantil, pediatria do prematuro, entre outros.

Moradora do município de Bujaru, nordeste do Estado, Acemira da Silva Conceição, 34, vem a Belém todo mês para sua consulta pré-natal no Ambulatório da Mulher. Ela é diabética e tem pressão alta, por isso foi encaminhada para a Santa Casa. “Foi aqui que fiz o pré-natal da minha outra filha e graças a Deus sempre fui muito bem atendida. Nas duas gestações, fui acompanhada por médicos e enfermeiros muito atenciosos”, destaca Acemira.

Bruna Costa, 28, que mora em Maracanã, nordeste do Estado, veio à Santa Casa fazer a primeira consulta do seu bebê no Ambulatório de Pediatria. “Meu parto foi prematuro e vim trazê-la para a primeira consulta com a pediatra. Gostei muito do atendimento, não demorou e os profissionais são muito preparados e atenciosos”.

A diretora técnica Assistencial da Fundação, Norma Assunção, reforça a importância desses serviços aos usuários do SUS e diz que o Complexo Ambulatorial da Santa Casa é uma das portas de entrada dos pacientes do Estado na instituição. “Não é só o atendimento em si, mas o suporte e a continuidade de cuidados aos pacientes que aqui internam e necessitam do acompanhamento de médicos especialistas da referência deste hospital. O serviço é também campo de estágio para a formação dos profissionais de saúde do Pará”, explica.

Exames – Paralelo às internações e atendimentos nos ambulatórios, tem sido fundamental o suporte aos pacientes do SUS, por meio dos exames laboratoriais, os de diagnóstico por imagens e endoscopia ofertados pela fundação estadual.

De janeiro a junho deste ano, foram realizados 512.490 exames de análises clínicas e 46.616 de imagens, como raio X, tomografia, ultrassonografia, eco, endoscopia e ressonância.

CONHEÇA TAMBÉM

Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará - 2019 © Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Bredi