Pular para conteúdo
12.MAR.15 NOTÍCIAS

Santa Casa recepciona 17 novos residentes

A Coordenação de Residência Multiprofissional da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará deu as boas vindas à quarta turma de residentes multiprofissionais. São 18 novos profissionais que, ao término de dois anos, sairão da instituição com títulos de pós-graduação. A turma é composta exclusivamente por mulheres: oito enfermeiras, duas nutricionistas, duas psicólogas, duas farmacêuticas, duas fisioterapeutas, uma terapeuta ocupacional e uma assistente social. A recepção às novas residentes, na última quarta-feira, 11, foi coordenada pela presidente da Santa Casa, Rosangela Brandão Monteiro.

"Essa é uma oportunidade única e vocês devem aproveitar. Além da questão técnica, é importante conhecer os valores fundamentais que envolvem o trabalho que desenvolvemos aqui. Não vejam os casos clínicos de forma isolada. Há outros aspectos envolvidos que precisam ser compreendidos, como respeito e dignidade", ressaltou a presidente da instituição, que também lembrou da missão da Fundação. "Em 2004, a Santa Casa foi reconhecida, formalmente, como Hospital de Ensino, reconhecido pelo Ministério da Saúde e Ministério da Educação, e desde então assumimos esta missão como um desafio diário", frisou. 

A diretora de Ensino e Pesquisa da Santa Casa, Dr. Lizomar Moia, ressaltou que a troca de experiência entre residentes e servidores trará ganhos para o serviço do Hospital. “A importância deles para a instituição é inegável, pois eles vêm não só buscar conhecimento e aprimoramento em suas respectivas áreas, como também somar aos serviços oferecidos, ou seja, há uma troca de experiência enriquecedora no processo de ensino e pesquisa entre residentes e a instituição” afirmou. 

A residência multiprofissional tem uma carga horária extensa, com 24 meses, 5.760 horas, divididas entre aulas teóricas e práticas. Estas aulas teóricas são divididas em três eixos. O primeiro é o eixo comum, com o estudo de disciplinas como SUS (Sistema Único de Saúde), Ética, Biossegurança e Vigilância. Também há o eixo transversal concentrado na saúde da mulher e da criança. Por fim, há o eixo específico, que são as disciplinas desenvolvidas e orientadas por cada tutor.

A coordenadora de residência multiprofissional, Dr. Elizabeth Rassy, destacou o desafio de dar continuidade ao sucesso do projeto. “É um prazer imenso receber esses novos residentes, pois sabemos que esse é um trabalho que tem dado certo. Essa já é a nossa quarta turma. Por sermos uma instituição de referência em ensino, a concorrência tem aumentado a cada ano” ressaltou. Credenciado como Hospital de Ensino e Pesquisa desde 2004, por uma portaria interministerial, a Santa Casa tem a missão de promover estudos em saúde, além da assistência que a qualificou como maior maternidade pública do Pará.

Thais Gomes, graduada em Terapia Ocupacional e uma das novas residentes, ressaltou a importância dessa nova etapa na sua formação profissional. “Estou cheia de gás para essa nova fase na minha vida, quero muito aprimorar e lapidar meus conhecimentos, e sei que estou no lugar certo, pois a Santa Casa é referência em ensino e pesquisa no Norte do país. Me sinto muito feliz por ter conquistado essa vaga” afirmou. Para se credenciar à residência multiprofissional da Santa Casa, o graduado precisa passar por um processo seletivo, gerenciado pela Universidade do Estado do Pará.

A enfermeira Juliene Balieiro também obteve êxito na prova e agora lista objetivos como residente da Santa Casa. “Estou muito contente e satisfeita por estar aqui, mas também bastante ansiosa. Quero tirar o máximo de conhecimento, pois sei que a instituição é referência em ensino. Sempre trabalhei com saúde pública e minha expectativa agora é ter um contato maior na área hospitalar” reiterou.

Nilson Cortinhas
Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará

CONHEÇA TAMBÉM

Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará - 2019 © Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Bredi