Pular para conteúdo

APRESENTAÇÃO

Criada pelo Ministério da Saúde em 2003, a Política Nacional de Humanização - PNH, ou HumanizaSUS como é mais conhecida, foi formulada a partir da sistematização de experiências do chamado “SUS que dá certo”, objetivando “efetivar os princípios do Sistema Único de Saúde no cotidiano das práticas de atenção e de gestão, assim como estimular trocas solidárias entre gestores, trabalhadores e usuários para a produção de saúde e a produção de sujeitos” (Cartilha HumanizaSUS, 2008).   

A PNH trabalha com a premissa de contagiar trabalhadores, gestores e usuários do SUS com os princípios e as diretrizes da humanização, ao investir no fortalecimento de iniciativas de humanização existentes, aprimorando, ofertando e divulgando estratégias e metodologias de apoio à mudanças sustentáveis dos modelos de atenção e gestão. 


Equipe da Santa Casa Novo prédio

Instituída na Fundação Santa Casa em Setembro de 2008, vinculada a Gerência de Gestão de Pessoas, a Referência Técnica de Humanização foi criada com base no desejo da gestão em implementar os princípios e diretrizes da PNH nos diversos serviços ofertados pela Santa Casa, considerando especialmente, a valorização das ações existentes, as quais podemos citar: reformas de espaços físicos, priorizando a melhoria da ambiência; aquisição de equipamentos, móveis e utensílios; criação de grupos de trabalho para implementar novos serviços;  criação de espaço de interlocução através da escuta dos usuários pela ouvidoria; investimento na valorização dos servidores através de iniciativas da educação continuada e ações recreativas; fomentando a interlocução dos servidores através das rodas de conversa, as quais ofereceram subsídios aos gestores, para planejar e executar ações visando a melhoria da assistência dos usuários do SUS e melhoria das condições de trabalho dos servidores.        

Em geral as ações da Referência Técnica são planejadas e desempenhadas em parceria com os diversos setores de todas as diretorias. Por ser uma política transversal, a PNH perpassa invariavelmente por todos os serviços. A construção coletiva e o fomento da troca dos saberes é o que faz da ação da Referência Técnica de Humanização uma nova forma de processo de trabalho, estabelecendo uma rede interativa e participativa de atuação entre diversos setores e serviços na FSCMPA.

AÇÕES EXITOSAS

  • Banco de Leite Humano;
  • Mãe Canguru;    
  • Programa de Atenção Integral às Vítimas de Escalpelamento - PAIVES;
  • Parto Humanizado;
  • Espaço Acolher;
  • Ouvidoria;
  • Brinquedoteca;
  • Escola Hospitalar;
  • Infocentro.

MELHORIAS E ATUALIZAÇÕES

Acredita-se que o processo de humanização perpassa pela melhoria das práticas do cuidar, estando ele comprometido com a ética, respeito, diálogo e o fomento da autonomia tanto dos usuários quanto dos servidores. Desta forma, é preciso investir em capacitação dos servidores e na escuta dos usuários. 

Percebe-se a necessidade de possibilitar uma maior participação dos servidores nos processos gerenciais que os afetam diretamente. É preciso investir na valorização do papel que cada um desempenha, independente da categoria profissional, pois sabe-se que todo servidor é determinante e fundamental para que a FSCMPA cumpra sua missão como instituição do SUS.

CONHEÇA TAMBÉM

Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará - 2019 © Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Bredi